Fim do trânsito parado para mais de 70 mil motoristas de Sobradinho

Fim do trânsito parado para mais de 70 mil motoristas de Sobradinho

Com investimento superior a R$ 33 milhões, obra gera 100 empregos e visa acabar com congestionamentos para quem circula diariamente na região

A construção do viaduto de Sobradinho segue em ritmo acelerado para realizar o sonho de mais de 70 mil motoristas que circulam diariamente pela região. Moradores de localidades mais ao norte da região administrativa que acessam a cidade e o Plano Piloto pela BR-020 – como os de alguns condomínios, Planaltina, Arapoanga e até da cidade goiana de Formosa – contam os dias para ver o trânsito fluir melhor.

Obra do viaduto de Sobradinho tem investimento superior a R$ 33 milhões para desafogar o trânsito na região | Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília

A obra teve início em fevereiro, com investimento de mais de R$ 33 milhões, e está com 5% de execução. Atualmente, a iniciativa gera 100 empregos diretos e indiretos. De acordo com a Administração Regional de Sobradinho, desde o início da gestão do governador Ibaneis Rocha, já foram investidos R$ 40 milhões na cidade.

O diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Fauzi Nacfur Júnior, afirmou que o grande benefício dessa obra será o fim do estrangulamento do trânsito na região. “Quem vem da parte norte terá um grande ganho de tempo de deslocamento. Hoje algumas dessas chegam a ficar 40 minutos em engarrafamentos”, destacou. Segundo o gestor, entre 70 mil e 80 mil veículos trafegam diariamente pelo local.

“Antes era ruim mais em cima, mas o complexo viário acabou com o engarrafamento. Hoje o engarrafamento acontece próximo à entrada de Sobradinho”, diz a estudante Maria Eugênia, que espera um impacto positivo com o viaduto

“Essa obra beneficiará muito os moradores de Planaltina que precisam se deslocar diariamente para o Plano Piloto para trabalho ou estudo. Com a construção do viaduto, aumentará a segurança nas vias e a fluidez do trânsito. É um pedido antigo e muito esperado por toda a população de Sobradinho e Planaltina”, disse o administrador de Planaltina, Célio Rodrigues.

Moradora do Jardim, Roriz Cleide Lima, 56 anos, reforçou a dificuldade de quem transita pela região. “Essa demora para se deslocar e chegar ao trabalho e a outros compromissos acaba gerando ansiedade nas pessoas, e a ansiedade é um grande problema do mundo atual”, disse.

A estudante de serviço social da Universidade de Brasília (UnB) Maria Eugênia Ferreira, 22, que vive em um condomínio próximo a Sobradinho, também tem boas expectativas quanto à conclusão da obra. “Antes era ruim mais em cima, mas o complexo viário acabou com o engarrafamento. Hoje o engarrafamento acontece próximo à entrada de Sobradinho. Espero que o viaduto melhore isso”, diz a estudante.

Fim do trânsito parado para mais de 70 mil motoristas de Sobradinho
Da Redacao

Da Redacao