GDF investe R$ 3,3 milhões em 11 novos papa-entulhos

GDF investe R$ 3,3 milhões em 11 novos papa-entulhos

Com os 12 equipamentos para descarte de materiais inservíveis já disponíveis, DF terá 23 até o fim do ano. Um será inaugurado nesta quinta (5) no Recanto das Emas


“Temos servidores acompanhando de perto essa execução, para que a gente consiga entregar esses importantes equipamentos o quanto antes, já que são estruturas necessárias para ajudar na manutenção da limpeza pública”Silvio de Morais Vieira, presidente do SLU

Quem precisa descartar restos de obras, móveis velhos, podas de árvores, entre outros materiais, deve procurar um dos 12 papa-entulhos disponíveis no Distrito Federal. Os equipamentos, chamados de pontos de entrega voluntários (PEVs), ficam no Gama, Planaltina, Águas Claras, Santa Maria, Guará, Taguatinga, Asa Sul, dois em Brazlândia e três em Ceilândia.

Até o fim do ano, serão 23 unidades, com os 11 pontos licitados pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) em 2021. Esses novos papa-entulhos terão investimento total de R$ 3,3 milhões. O primeiro deles será inaugurado nesta quinta-feira (5), no Recanto das Emas.

As outras unidades estão em construção. Os pontos ficam no Gama, Guará, Paranoá, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho II, duas em Sobradinho I e duas em São Sebastião.

De acordo com o presidente do SLU, Silvio de Morais Vieira, as obras estão avançadas. “Temos servidores acompanhando de perto essa execução, para que a gente consiga entregar esses importantes equipamentos o quanto antes, já que são estruturas necessárias para ajudar na manutenção da limpeza pública”, salienta.

Os papa-entulhos servem para evitar que a população descarte materiais em locais impróprios. Atualmente, o SLU tem mapeados cerca de 300 pontos críticos de descarte irregular no DF e, apenas nos três primeiros meses de 2022, foram recolhidas 136 mil toneladas de entulhos nas ruas. Sem os papa-entulhos, o número seria ainda maior.

O aposentado João Vieira da Silva, 70 anos, utiliza o ponto de entrega do Guará para descartar itens que cabem no porta-malas | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Funcionamento

Os equipamentos funcionam de segunda a sábado, das 7h às 18h. Os interessados podem levar até 1 m³ de material por dia, o que é equivalente a uma caixa d’água de mil litros cheia. É possível entregar resíduos da construção civil, móveis velhos e restos de podas, e materiais recicláveis, como papel, plástico, papelão e metal, desde que separados e limpos. Não é permitida a entrada de cargas de resíduos em caminhões ou carretas, nem são recebidos resíduos de serviços de saúde e eletrônicos, orgânicos, industriais e outros.

O material descartado vai para a Unidade de Recebimento de Entulho (URE) do SLU, que fica no local do antigo Lixão da Estrutural. Parte do entulho é aterrada e outra, reciclada.

Os resíduos passíveis de reciclagem são separados em um britador, em cinco tipos diferentes: rachão, brita 2, brita 1, pedrisco e pó/areia. Em uma grande peneira com diferentes esteiras, tudo é separado e depois armazenado. Os materiais ficam disponíveis para doação para uso em obras públicas de pavimentação de vias rurais ou para melhorar a trafegabilidade dentro da URE, conforme a instrução normativa nº 01/2020, do SLU, que veta a utilização para fins comerciais.

O aposentado João Vieira da Silva, 70 anos, utiliza o ponto de entrega do Guará desde 2018, quando começou a reforma da própria casa. Ele aproveita para descartar itens que cabem no porta-malas. “Quando o material é maior, eu alugo uma caçamba. Mas, quando é de pouca magnitude, venho aqui e descarto eu mesmo. Em toda a reforma fiz isso, o pessoal aqui até me conhece. Acho que todo mundo deveria seguir o exemplo e levar o lixo para o lugar certo. É uma utilidade pública excelente”, elogia.

Gestão

Além da execução dos equipamentos, o SLU atua em outras frentes para garantir a limpeza pública das regiões administrativas e melhorar a qualidade de vida dos moradores. “Estamos finalizando a instalação de 21 mil novas lixeiras para evitar o descarte inadequado de pequenos resíduos que as pessoas teimam em jogar no chão. Também estamos na fase final de instalação de 454 novos papa-lixos em todo o Distrito Federal”, completa Vieira.

Para saber o endereço do papa-entulho mais próximo e outras informações do serviço, acesse aqui.

Da Redacao

Da Redacao