Projeto NaMoral recebe inscrições de profissionais de educação

Projeto NaMoral recebe inscrições de profissionais de educação

Interessados podem se inscrever até sexta (29) no curso de aperfeiçoamento, que tem 290 vagas disponíveis


Os inscritos serão selecionados por sorteio eletrônico. Terão preferência aqueles que atuam em matéria relacionada à temática do curso

Profissionais da educação da rede pública podem se inscrever na capacitação do Projeto NaMoral – Curso de Facilitadores, até às 12h do dia 29 de abril. A iniciativa trabalha com os participantes temas como lições de probidade e respeito aos recursos públicos, além de vivências sobre ética e cidadania de forma lúdica por meio da tecnologia e gamificação.

O curso de aperfeiçoamento é promovido pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) em parceria com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e o Centro Universitário do DF (UDF). Aqui está o link de inscrição.

A atividade será na modalidade a distância (EaD) síncrona, por meio de plataforma de videoconferência, via Moodle, de 12 de maio a 30 de junho, às quintas-feiras, das 14h30 às 17h30.

Por meio do treinamento, os participantes conhecerão e irão vivenciar o jogo desenvolvido pelo Projeto NaMoral, além de se capacitar para a aplicação desse instrumento em ambientes educacionais. A carga horária é de 24 horas/aula.

Para participar é preciso ter disponibilidade para se dedicar e acompanhar as atividades, acesso a computador e a banda larga, além de conhecimentos básicos de internet

Foram disponibilizadas 290 vagas. Os inscritos serão selecionados por sorteio eletrônico. Terão preferência aqueles que atuam em matéria relacionada à temática do curso e, no ano letivo, ainda não participaram de outra atividade acadêmica oferecida pela ESMPU.

A orientadora pedagógica do treinamento é a servidora do MPU Danielle Araújo de Oliveira e as capacitadoras são a promotora de Justiça do MPDFT Luciana Asper y Valdés, idealizadora do Projeto NaMoral, e a professora Suliane Beatriz Rauber.

Para participar é preciso ter disponibilidade para se dedicar e acompanhar as atividades, acesso a computador e a banda larga, além de conhecimentos básicos de internet. O certificado será emitido pela ESMPU para o participante que obtiver frequência mínima de 85%, devidamente registrada no Moodle. O link de confirmação será disponibilizado 15 minutos antes do início de cada aula.

O projeto

O Projeto NaMoral é uma iniciativa do MPDFT. Por meio de uma tecnologia social gamificada e metodologias ativas, o projeto leva vivências práticas de ética e cidadania aos estudantes, construindo um ecossistema de integridade e formando embaixadores, influenciadores e restauradores da honestidade.

A iniciativa ganhou o segundo lugar no Prêmio CNMP, edição 2020, na categoria Redução da Corrupção e foi selecionado para participar da 17ª edição do Prêmio Innovare.

Para mais informações, consulte o edital e o projeto pedagógico ou entre em contato pelo e-mail inscricoes@escola.mpu.mp.br.

* Com informações da Secretaria de Educação do DF

Da Redacao

Da Redacao