Morre menina imprensada por carro alegórico no Rio

Morre menina imprensada por carro alegórico no Rio
Desfile das escolas de samba do Grupo Especial no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Portela.

Acidente ocorreu na noite de quarta-feira na saída do Sambódromo

A menina Raquel Antunes da Silva, 11 anos de idade, que se envolveu em um acidente com um carro alegórico de escola de samba na noite de quarta-feira (20), morreu no início da tarde de hoje (22). A morte foi confirmada pela direção do Hospital Municipal Souza Aguiar, onde ela estava internada.

Segundo a direção do hospital, a morte ocorreu às 12h10. Raquel subiu no carro alegórico da escola de samba Em Cima da Hora, que manobrava na saída da Praça da Apoteose, e acabou imprensada entre a estrutura e um poste quando o veículo se movimentou. Ela foi encaminhada ao hospital e teve uma perna amputada.

A Polícia Civil está investigando o acidente. Foi realizada perícia no local, que fica fora do Sambódromo, e imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas para esclarecer o que aconteceu.

Após o acidente, o Ministério Público (MP) se pronunciou em nota e pediu que os carros alegóricos sejam escoltados por seguranças no momento da dispersão, já fora do Sambódromo, quando é comum que o público no entorno entre em contato com as alegorias.

Pelo Twitter, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, prestou solidariedade aos familiares de Raquel: “A morte da pequena Raquel nos deixa um grande sentimento de tristeza. Vamos acompanhar de perto a investigação policial que apura as responsabilidades e estamos, através de nossa Secretaria de Assistência, dando apoio aos familiares. Minha solidariedade neste momento de dor”. 

A Polícia Civil informou, por meio da assessoria de imprensa, que vai ouvir ainda hoje o presidente administrativo da escola de samba. O carro alegórico foi apreendido.

A LIGA-RJ manifestou-se por meio de nota, na tarde desta sexta-feira. A entidade, que é responsável pela organização dos desfiles das escolas de samba da Série Ouro, entre as quais está a escola Em Cima da Hora, diz que segue acompanhando o caso e colaborando com as autoridades. “A LIGA-RJ lamenta profundamente a morte de Raquel Antunes, de 11 anos, vítima de um acidente na saída da alegoria da Em Cima da Hora, na Rua Frei Caneca, na última quarta-feira e se solidariza com familiares e amigos da jovem”, diz a nota.

* Matéria alterada às 14h38 para acrescentar declarações do prefeito do Rio de Janeiro.

*Matéria alterada às 16h58 para acrescentar nota da Liga responsável pelos desfiles das Escolas de Samba integrantes da Série Ouro.

Da Redacao

Da Redacao