Bombardeios noturnos prosseguem na região de Kiev

Bombardeios noturnos prosseguem na região de Kiev

Ataques continuam, mesmo depois de a Rússia prometer alívio nas ações

A Rússia prometeu um alívio da ofensiva militar em Chernihiv e Kiev, mas os ataques continuam. Na capital ucraniana, a última noite não foi muito diferente das anteriores e a instabilidade se mantem.

As tropas russas continuam sem conseguir chegar ao centro de Kiev.

Em Irpin, existe o receio de que muitas áreas estejam minadas, e os habitantes não podem regressar à cidade.

Mariupol

Pelo menos 5 mil mortos foram enterrados na cidade portuária de Mariupol, mas outros estariam ainda debaixo dos escombros de prédios destruídos.

Em tempo de paz, a cidade era habitada por 450 mil pessoas. Agora, as autoridades estimam que 160 mil permaneçam encurraladas. As restantes fugiram. Pouco sobra de Mariupol depois da invasão russa.

Odessa

No Sul da Ucrânia, os combates mantêm a mesma intensidade. Há cidades estratégicas atacadas pela Rússia que a Ucrânia tenta defender a todo custo.

Na última noite, em Odessa, as antiaéreas estiveram em ação.

Zelenskiy

A comunidade internacional reagiu com pouco entusiasmo e muita desconfiança ao anúncio feito pela Rússia de que iria reduzir drasticamente a presença militar em Kiev e Chernihiv.

O Reino Unido, os Estados Unidos e a própria Ucrânia acreditam que pode estar em causa um simples reposicionamento de forças e que não podem ser afastadas possíveis ofensivas em larga escala.

*Proibida a reprodução deste conteúdo.

Da Redacao

Da Redacao