Lira critica “insensibilidade” da Petrobras e classifica aumento dos combustíveis de “tapa na cara”

Lira critica “insensibilidade” da Petrobras e classifica aumento dos combustíveis de “tapa na cara”

“Até os governos mais ortodoxos estão avaliando como mitigar os impactos da pressão nos custos em todos os mercados”, disse

Para Lira, não é hora de reajustar os combustíveis

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), criticou o aumento dos combustíveis anunciado nesta quinta-feira (10) pela Petrobras. “Me causou espanto a insensibilidade da Petrobras com os brasileiros – os verdadeiros donos da companhia. O aumento de hoje foi um tapa na cara de um país que luta para voltar a crescer”, disse ele, por meio de suas redes sociais.

“Quem conhece o Brasil, além dos gabinetes e escritórios, sabe o peso de comprar um botijão de gás ou encher o tanque. Com o cenário global desafiador, até os governos mais ortodoxos estão avaliando como mitigar os impactos da pressão nos custos em todos os mercados”, acrescentou.

A Petrobras anunciou reajustes nos preços da gasolina e do óleo diesel. A partir desta sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%.

Da Redação/WS

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Da Redacao

Da Redacao