Sindireta aciona tribunal depois de mudança de entendimento sobre GARE

Sindireta aciona tribunal depois de mudança de entendimento sobre GARE

No vai e vem de entendimentos e desentendimentos do que pode ou não pode ser pago ou incorporado aos contracheques dos servidores e após a equivocada extinção da gratificação de apoio a atividades recreativas e espetáculos, a Procuradoria do GDF entendeu que os funcionários da Secretaria de Cultura também não poderiam ter incorporado a GARE, que o próprio Estado concedeu e incorporou. Como resultado, os servidores aposentados e pensionistas terão uma redução em seus proventos, além de devolverem os valores recebidos desde novembro de 2019.

O Sindireta, que representa a carreira, entrará com ação no Tribunal de Contas do DF com a finalidade de suspender o parecer da Procuradoria, que considera absurdo. “É uma completa falta de responsabilidade e respeito com os servidores. Isso causa uma instabilidade horrenda. Imagine, do dia para a noite, ter seu salário reduzido drasticamente e ainda ser obrigado a devolver parte do que recebeu em mais de dois anos. Vamos derrubar essa excrescência nos tribunais”, afirmou Ibrahim Yusef, presidente do sindicato.

Da Redacao

Da Redacao