Bolsonaro volta a criticar eficácia da vacina infantil e Anvisa. “Incógnita”, diz.

Bolsonaro volta a criticar eficácia da vacina infantil e Anvisa. “Incógnita”, diz.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a questionar, nesta quarta-feira (12), a eficácia da vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Ele voltou, novamente, suas energias contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), autarquia federal que autorizou a aplicação do imunizante no público infantil, Bolsonaro disse que a administração do fármaco em crianças é uma “incógnita” e cobrou a agência sobre o “antídoto” para possíveis efeitos colaterais.

“A Anvisa não disse qual o antídoto para possíveis efeitos colaterais”, declarou o mandatário em entrevista concedida na manhã desta quarta à Gazeta Brasil. “É uma incógnita muito grande ainda isso tudo que está acontecendo no Brasil.”

Vacina segura

Especialistas afirmam que os benefícios da aplicação do imunizante em crianças — já realizada em diversos países do mundo — superam os riscos. S

De acordo com a equipe técnica da Anvisa, as informações avaliadas indicam que a vacina da Pfizer é segura e eficaz para o público infantil.

Da Redacao

Da Redacao