por SB

Com a aproximação do Dia Internacional do Idoso, celebrado em 1º/10, a Central Judicial do Idoso – CJI terá intensificada sua participação em eventos que irão debater diferentes situações de vulnerabilidade desse público. O objetivo dos encontros é buscar respostas mais efetivas ao atendimento prestado à pessoa idosa.

Nesta quinta-feira, 23/9, as coordenadoras da CJI participaram do IV Seminário de Autocomposição do MPDFT – Autocomposição no dia a dia. Na sexta-feira, 24/9, a juíza Monize Marques participa de sessão solene da Câmara Legislativa do DF, em homenagem aos idosos, e no domingo, 26/9, palestra no I Congresso Brasileiro de Saúde Mental Coletiva – Vínculos Saudáveis e Valorização da Vida. Na próxima terça-feira, 28/9, a magistrada aborda a questão do superendividamento na II Semana do Núcleo do Idoso da Universidade Católica de Petrópolis – Prevenção e Tratamento do Superendividamento do Consumidor Idoso.

O IV Seminário de Autocomposição do MPDFT apresentou, nesta quinta-feira, 23/9, a mesa redonda intitulada A experiência de autocomposição na Central do Idoso. A mesa foi composta pela juíza do TJDFT Monize Marques, pela defensora pública Bianca Cobucci Rosière e pela promotora Maércia Correia de Mello.

Em sua fala, a juíza Monize Marques ressaltou: “A gente teve oportunidade de refletir sobre diversos aspectos aqui que nos fazem trabalhar de forma autocompositiva. Esse é o sentido da Central Judicial do Idoso. Nós estamos trabalhando de forma autocompositiva na sua essência porque reunir órgãos que normalmente compõem o  processo na sua figura antagônica e desconstruir esse antagonismo processual para fazer-nos atuar em cooperação já revela muito do que nós somos enquanto escolha institucional. Então, tanto o Ministério Público, quanto a Defensoria Pública e o Tribunal de Justiça escolheram intencionalmente unir esforços para a proteção de uma bandeira que para nós é muito mais importante, que é a proteção da pessoa idosa”.

O Seminário prossegue até sexta-feira, 24/9, abordando justiça restaurativa e conciliação. O evento está sendo transmitido pelo canal do  Youtube Secor MPDFT e a programação completa pode ser acessada o clicando aqui.

CLDF

A convite da Câmara Legislativa do Distrito Federal, a juíza Monize Marques comporá a mesa virtual da Sessão Solene Remota em Homenagem aos Idosos, que será realizada na sexta-feira, 24/9, às 18 horas. A audiência tem o propósito de comemorar as conquistas dos idosos e conscientizar a população sobre a importância de sua valorização, além de instituir reflexões acerca das suas necessidades. A audiência será transmitida pelo canal TV Web CLDF no Youtube

Saúde Mental

O 1º Congresso de Saúde Mental Coletiva será realizado entre os dias 24 a 26/9. Tem o objetivo de discutir a promoção da saúde como imprescindível para o enfrentamento do impacto da pandemia de Covid-19. A juíza Monize Marques fará parte dessa discussão como palestrante da mesa Saúde Mental e Vulnerabilidade do Idoso,  no domingo, 26/9,  a partir das 8h30.

Superendividamento

O Superendividamento do Consumidor Idoso será o tema da palestra na juíza Monize Marques na II Semana do Núcleo do Idoso da Universidade Católica de Petrópolis. O evento pretende promover a discussão do tema com o fim de prevenir e coibir os abusos sofridos pelos idosos na atualidade. A palestra da juíza será transmitida pelo canal oficial da  UCP no Youtube, na terça-feira, 28/9, às 10 horas.