O deputado Emerson Petriv (PROS-PR), conhecido como Boca Aberta, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra decisão da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados que cassou o seu diploma eleitoral.

Com a decisão da Mesa, que levou em conta decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a matéria não vai para o plenário. Para valer, a medida precisa ser publicada no Diário Oficial da Câmara. O caso será relatado no STF pelo ministro Roberto Barroso.