Em entrevista à Rádio Gaúcha, o presidente disse nesta manhã que não pode tomar providências imediatas sobre tudo que chega para ele, em referência ao encontro que teve com o deputado federal, que teria relatado irregularidades no contrato de compra da vacina Covaxin. O Planato está em alerta com a possibilidade de Luis Miranda divulgar uma gravação do encontro. Nos bastidores, a informação é que alguns parlamentares tiveram acesso a trechos do áudio.