Carro  Lamborghini SIAN, avaliado em 22 milhões de euros, comprado, em Londres, pelo brasileiro Henrique Grossi, genro do saudoso Edson de Godoy Bueno, ex-engraxate.

José Carlos Gentilli – Escritor, Membro da Academia de Letras de Brasília, da Academia Brasileira de Filologia e da Academia das Ciências de Lisboa

O ex-engraxate de Guarantã, no interior paulista, Edson de Godoy Bueno, formou-se em Medicina em São Paulo e foi clinicar no Rio de Janeiro, onde se tornou fundador do Grupo AMIL.  

Em fevereiro de 2017, veio a falecer com 73 anos de idade, em Armação dos Búzios, deixando uma fortuna superior a 15 bilhões de reais para seus filhos Pedro de Godoy Bueno (o mais jovem bilionário do Brasil) e Camila de Godoy Bueno (casada com Henrique Grossi), patrimônio sucessório ainda em segredo de Justiça.

Pedro preside o Grupo Dasa, estrutura de medicina diagnóstica, considerada a maior da América Latina, que atende cerca de 700 unidades, com 2.000 médicos, a realizar milhões de exames todos os anos. Além, comanda o Grupo Impar, que enfeixa uma rede de hospitais brasileiros.  Uma fortuna em saúde! 

A Dasa desenvolve o Núcleo Avançado de Telemedicina, via Image Memorial, que oferece exames com certificação nacional e internacional, com vínculo ao grupo americano United Health.

Medicina do futuro, a utilizar os avanços da inteligência artificial, ao enfrentar a insidiosa pandemia e suas cepas!