Parlamentar disse ter levado provas ‘contundentes’ ao presidente Jair Bolsonaro e ao ex-ministro Eduardo Pazuello

O Deputado Luis Miranda, marcou para hoje as 16h coletiva no salão verde da Câmara Federal, para falar sobre denúncia envolvendo os contratos da vacina Covaxin no Ministério da Saúde e sobre a  saída do Ex Ministro Eduardo Pazuello.

Ele, que vai depor à CPI da Pandemia nesta sexta-feira (25), disse ter entregado provas “contundentes” dos supostos atos ilícitos ao presidente Jair Bolsonaro e ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Segundo o parlamentar “Pazuello foi expulso do Ministério da Saúde” por tentar combater a corrupção que ocorre no ministério principalmente este momento de pandemia com a compra das vacinas dentre outras.