LUIZ SOLANO O Repórter do Planalto

Estamos acompanhando a CPI ,que hora se realiza no Senado Federal,uma CPI que é para discutir  a pandemia  do COVID 19,um vírus que já matou mais de 400 mil pessoas só no Brasil,entretanto ,o que estamos vendo, que se trata de uma ação de Senadores,que a todo custo querem atingir o Presidente Jair Bolsonaro,cuja finalidade é tira-lo do Governo e com isso,proporcionar a volta do PT e da esquerda,que durante 14 anos dos Governos de Lula e Dilma,levou o Brasil a bancarrota,deixando para trás,mais de 15 milhões de desempregados e muita gente passando fome.Nos meus 81 anos de idade e 65 anos como jornalista,nunca vi no Senado da República,tanta demagogia e ódio por parte de alguns parlamentares,que mais parecem artistas  de circos e casas de espetáculos,onde se achar graças é o tema principal.

Fui  cerca de 45 anos  o Decano dos jornalistas, no  Congresso Nacional e já percebi, que muitos dos Senadores que fazem parte dessa CPI, como por exemplo Renan Calheiros e Randolfo Rodrigues, esqueceram as suas verdadeiras funções de representantes do povo de Alagoas e Amapá,para perseguir  o Presidente Jair Bolsonaro, que está colocando o Brasil no seu devido como uma Nação forte,progressista e sem corrupção.Renan Calheiros, é conhecido como  o Calabar do ano de 2021,pois traiu o seu mentor politico em Alagoas,o ex-Presidente hoje Senador da República Fernando Collor,quando este mais precisava de sua ajuda e o Randolfo Rodrigues,que mais parece um menino desaforado vestido com  roupa de dançarino de Marabaixo do folclore amapaense.

Uma pena, que não temos mais um Jarbas Passarinho,Odacir Soares,Nelson Carneiro,José Guiomar e tantos outros que fizeram história na maior Casa Legislativa do Brasil, o Senado Federal.Essa CPI do Covid  é na verdade, uma ação do ódio e da perseguição,patrocinada por homens que deveriam  viver e outro lugar e cuja vitima é o Presidente Jair Bolsonaro.