Jornal de Brasília

Ibaneis será convocado no âmbito da operação “Falso Negativo”, do Ministério Público do DF, que investigou fraudes na compra de testes de detecção da covid-19

Após reunião fechada entre senadores, a CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira (26) a convocação de governadores. Um dos chefes de Executivo a ser chamado é o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Ibaneis será convocado no âmbito da operação “Falso Negativo”, do Ministério Público do DF, realizada em agosto do ano passado, que investigou fraudes na compra de testes de detecção da covid-19.

A reunião fechada que ocorreu antes da aprovação dos requerimentos definiu que não seriam convocados prefeitos. O vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), tinha a intenção de convidar o presidente Jair Bolsonaro. Os senadores, no entanto, decidiram que não aprovarão este requerimento.

  • Governador Wilson Lima-AM
  • Governador Helder Barbalho-PA
  • Ex-governador Wilson Witzel-RJ
  • Governador Ibaneis Rocha-DF
  • Governador Mauro Carlesse-TO
  • Governador Carlos Moisés-SC
  • Vice-governadora Daniela Reniehr-SC
  • Governador Antonio Denarium-RR
  • Governador Waldez Góes-AP
  • Governador Marcos Rocha-RO
  • Governador Wellington Dias-PI

O governador Claudio Castro, do Rio, seria chamado, mas foi retirado da lista porque os senadores entenderam que ele assumiu o cargo depois dos fatos a serem investigados no âmbito do estado. “Caso tenha algum fato novo, nós iremos convocá-lo”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM).

Senador Omar Aziz (PSD-AM). Foto: Rodrigo Viana/Senado Federal

Aziz disse ainda que a CPI convocará, posteriormente, duas pessoas que defendem o uso da cloroquina contra a covid-19 e dois cientistas que refutam a tese.