A Concessionaria FIAT, PRIMAVIA Aeroporto, em Brasília, Distrito Federal vendeu uma camionete Toro seminova e desde a aquisição em março de 2020 os problemas não pararam após ter demorado 25 dias realizar a entrega o veiculo teve que retornar a concessionaria pois os itens básicos referentes a revisão não foram cumpridos conforme determina a lei e acordado no ato da compra.

O veículo após ter retornado a concessionaria para que fosse feita a revisão e cumprido os itens acordados e pagos a parte. Começou um novo capitulo que já se estende a mais de 1 ano.

Quando da aquisição foi constatada pela cliente a existência de várias multas, mas uma ainda não se encontrava disponível para pagamento sendo assim a empresa se comprometeu a efetuar o pagamento com a maior brevidade possível promessa esta que até o momento não foi cumprida.

Pois bem por inúmeras vezes a cliente contactou o vendedor e o gerente da empresa, mas não obteve êxito a empresa que é conhecida por dar canseira em seus clientes mais uma vez vem mostrando sua habilidade.

Segundo relatado quando a cliente vai até a empresa são oferecidos inúmeros benéficos descontos, soluções de problemas e que toda documentação quando da entrega do veículo estaria em dia, mas após o recebimento do dinheiro principalmente dos veículos pagos a vista a amnésia impera e o combinado muitas vezes não é cumprido.

Outro ponto que nos chamou atenção foi a diferença paga pela cliente e o valor da nota fiscal, o veiculo foi comprado avista pelo valor de R$ 70.000,00 (setenta mil reais) mas a nota fiscal 000.003.433 série 0, foi emitida no valor de R$ 67.000,00 (sessenta e sete mil reais) diferença que aparenta ser irrisória, mas se tratando de uma empresa que vende centenas de veículos o montante pode ser milionário.