Morreu na tarde desta segunda-feira (22), a menina Vitória de Oliveira, de 4 anos, que foi atropelada por uma camionete Hilux cor prata na tarde da ultima quarta-feira (17), enquanto andava de bicicleta no Núcleo Rural Rajadinha, próximo ao Paranoá, no Distrito Federal. A informação foi confirmada pela mãe, a dona de casa Samantha Oliveira de Sousa de 29 anos.

“Os médicos falaram que ela começou a passar mal de madrugada e deu uma parada cardíaca e teve falência múltiplas de órgãos”, disse a mãe.

Em nota, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), responsável pelo Hospital de Base, onde Vitória estava internada, lamentou a perda e informou que as equipes do hospital realizaram todas as manobras possíveis na tentativa de salvar a vida de Vitória.

“Destacamos que, durante toda a sua internação, ela recebeu assistência de equipes médicas de diversas especialidades, além de assistência de enfermeiros, nutricionistas, entre outros profissionais”, diz o texto.

O caso está sendo investigado pela 6ª DP (Paranoá). O motorista que atropelou fugiu do local e até a tarde desta segunda não havia se apresentado.

Polícia Civil divulga imagem de carro suspeito de atropelar menina de 4 anos na DF-130, no Núcleo Rural Rajadinha, em Planaltina — Foto: PCDF/Divulgação

Testemunhas disseram que Vitória foi atropelada por uma caminhonete de cor prata. A polícia pede que quem tiver informações ligue para o número 197, da Polícia Civil.

Na quinta-feira (18), a família de Vitória disse que a criança não havia despertado do coma, desde o acidente. Na sexta (19), a mãe da menina informou que os médicos faziam exames para diagnosticar possível morte cerebral.

No mesmo dia, Samantha Oliveira de Sousa, mãe de Vitória, pediu ao motorista que se entregasse. “Nossa indignação não é ele, infelizmente, ter atropelado ela. Porque eu dirijo, o pai dela dirige, ninguém está livre de um acidente. [A indignação] é dele não ter parado e não ter prestado socorro. Que ele se sensibilize e procure uma delegacia”, disse a dona de casa, que está grávida de 6 meses.

Na manhã desta segunda, a tia-avó de Vitória afirmou que a família ainda tinha esperança de ver a menina recuperada. No entanto, algumas horas mais tarde, a morte da criança foi confirmada.

A 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) divulgou imagens de um veículo suspeito de envolvimento no acidente. A caminhonete, de cor prata, tem as mesmas características relatada por testemunhas.

Polícia Civil divulga imagem de carro suspeito de atropelar menina de 4 anos na DF-130, no Núcleo Rural Rajadinha, em Planaltina — Foto: PCDF/Divulgação

Câmeras de segurança de um condomínio próximo ao local onde Vitória foi atropelada registraram a passagem de três veículos da mesma cor e modelo. A partir dos depoimentos, a Polícia Civil apreendeu cinco veículos que trafegaram na rodovia no local e horário próximo ao acidente.

Os carros vão passar por perícia. Um deles, segundo a investigação, 20 minutos após o acidente passou em outro ponto da rodovia. O carro estava com a frente danificada. Na imagem (veja acima), não foi possível identificar a placa do veículo.

Com informações G1