https://picasion.com/

A ideia é evitar aglomerações na cidade

O prefeito Eduardo Paes disse que não está descartada a possibilidade de uma medida mais rígida de isolamento social no Rio de Janeiro. No entanto, segundo ele, no momento não há orientação nesse sentido, do comitê de especialistas que assessoram o município nas ações de enfrentamento à covid-19.

A declaração foi dada durante as comemorações pelo Dia de São Sebastião, padroeiro da cidade. Paes também fez um pedido especial ao Santo: Que ajude a acelerar a vacina.

A capital fluminense tem 182.032 casos confirmados de coronavírus e 16.399 óbitos, desde o início da pandemia. Segundo a secretaria Municipal de Saúde, a taxa de ocupação de leitos do SUS destinados a pacientes com covid-19 na capital está em 93% em UTI e 80% nas vagas de enfermarias.

Apesar do prefeito descartar o lockdown, o Rio tem enfrentado dificuldades para evitar aglomerações. Esta quarta-feira (20), feriado na cidade, foi mais um dia em que os frequentadores das praias pareceram esquecer da pandemia, sem uso de máscara e sem distanciamento. As praias da zona sul ficaram lotadas.

A secretaria de Ordem Pública voltou a agir, interditando uma casa de festas, que realizava evento em Barra de Guaratiba, na zona oeste. Além da aglomeração, o espaço não tinha licenciamento. Outras 19 infrações sanitárias foram verificadas em estabelecimentos de vários pontos da cidade, além da apreensão de 196 itens de ambulantes irregulares, a maioria bebidas, na orla carioca.

Ouça Áudio

Agencia Brasil