Em 2014, a atualmente deputada federal Flávia Arruda, concorreu ao cargo de vice-governadora do DF.


O DF ainda não conhecia a força feminina que emergia na política candanga.


Os 428.522 votos deixava em segundo lugar a novata, mas já apontava o vigor ascendente que seria braço do seu domínio futuro.


Em 2018, foi eleita deputada federal com 121.340 votos; sendo a mulher que obteve o maior número de votos nas eleições do DF ( período de 2002 a 2018) .


No congresso, atua como Presidente da Comissão de Combate à Violência Contra a Mulher, Coordenadora da Frente da Renda Básica e também como Presidente da Comissão do Bolsa Família.


Os olhos da sociedade candanga seguem de perto e esperam que suas ações possam contribuir para que o DF seja referência na construção de uma sociedade igualitária, rompendo as barreiras das desigualdades.