O Jornalista Oswaldo Eustáquio mesmo sem a mobilidade das pernas chegou ao Hospital Universitário na tarde de ontem algemado para fazer o exame de ressonância magnética. Exame que constatou que a paralisia é apenas momentânea.

Eustáquio apos a realização da ressonância retornou ao Hospital de Base de Brasilia onde segue internado, familiares ainda não conseguiram contato com o jornalista para saber ao certo como ocorreu o acidente. Nas redes sociais muitas especulações mas até o momento nenhuma informação oficial de como foi a queda que fraturou a vértebra T5.

A Deputada federal Bia Kicis esta acompanhando o caso do jornalista bolsonarista, que sofreu lesão na coluna após ter caído da privada enquanto tentava ligar o chuveiro de sua cela na ultima segunda feira (21/12) na Papuda.

A notícia de que Eustáquio estaria paraplégico circulou após a divulgação de um primeiro exame, feito no Hospital de Base, na segunda. Nesta terça, o preso foi transferido para o Hospital Universitário de Brasília para realizar uma ressonância magnética.

A esposa de Eustáquio reclama do veto das autoridades ao acesso de Eustáquio a médicos especializados que ofereceram ajuda à família.

“Acredito que seja pelo fato de ele estar sob custódia, mas a questão de saúde, a questão humanitária deveria se sobrepor se nós temos meios de ajudá-lo”, rogou. destacou  Sandra Terena 

Enquanto o mistério perdura e muitas duvidas sobre o acidente, as redes sociais estão pegando fogo com muitas peguntas sem respostas.