https://picasion.com/

Por Maurício Nogueira

Polícia Federal cumpre, na manhã desta sexta-feira (18), mandados de busca e apreensão e de prisão em operação que combate fraudes em contratos públicos. A ação dos policiais acontece no Distrito Federal e em São Paulo. 

Ao todo, as forças de segurança cumprem 25 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em São Paulo, além de 11 ações de prisão, sendo cinco preventivas e seis temporárias.

A operação, que leva o nome de Circuito Fechado, investiga cinco contratos realizados com as empresas Codevasf, Capes, Caesb e Prodemge, entre 2015 e 2018, que, com as prorrogações, envolvem cerca de R$ 10 milhões.

A Justiça do Distrito Federal autorizou a busca e apreensão em 25 endereços no DF e em SP, além de determinar o afastamento de sigilos bancários de dezenas de pessoas físicas e jurídicas envolvidas e o sequestro de bens e valores. Cinco suspeitos tiveram a prisão preventiva decretada e outros seis envolvidos serão presos temporariamente.

A ação de hoje traz consigo investigações de operações anteriores, em que foi descoberto que o Ministério do Trabalho (objeto da primeira fase da investigação) e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) foram apenas alguns dos locais em que ocorriam as ações criminosas.