Por Maurício Nogueira

A Polícia Federal deflagrou nesta terça (17) a Operação Biltre, com o objetivo de apurar crimes de corrupção praticados no âmbito da Seccional da OAB-SP.

Segundo a PF, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em São Paulo e Guarulhos.A investigação teve início em setembro, depois do recebimento de uma denúncia por parte de um advogado que informou ter sido vítima de uma investida criminosa supostamente realizada por um grupo composto por um empresário e dois advogados, sendo um deles membro do Conselho Seccional da OAB-SP.

Segundo a investigação, o grupo solicitou propina no valor de R$ 250 mil com o objetivo de atuar junto ao Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-SP para encerrar processos disciplinares.

Os investigados poderão responder por corrupção passiva, associação criminosa ou organização criminosa, a depender das investigações.