https://picasion.com/

O processo de privatização da CEB Distribuidora voltou a ser tema do plenário da Câmara Legislativa nesta terça-feira (20). Durante a sessão realizada por videoconferência, os deputados Chico Vigilante e Arlete Sampaio, ambos do PT, criticaram a desestatização da empresa. Para Vigilante, o governo está “entregando” um bem público. O distrital também criticou o presidente da companhia por declarações recentes relativas ao posicionamento de parlamentares contrários à venda da estatal.

Também se referiu ao Judiciário: “É preciso que entendam que a CEB Distribuidora é a empresa mãe do sistema. Por isso, a privatização precisa passar pelo crivo da Câmara Legislativa”. Arlete Sampaio concordou com o colega afirmando ser imprescindível o aval da CLDF. “Temos de nos posicionar ou vamos perder uma empresa pública fundamental e estratégica. Não aceitarei, vou lutar até o fim”, declarou.

Por sua vez, o deputado Agaciel Maia (PL), discursando sobre a necessidade de se reduzir as desigualdades, questionou se uma companhia privada de energia teria interesse em expandir seus serviços para as áreas mais pobres do Distrito Federal.

Marco Túlio Alencar
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa