O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez uma declaração nesta segunda-feira (19), em frente ao Palácio da Alvorada, onde deixou claro que a vacina contra a Covid19 não será obrigatória.

A declaração é uma resposta direta ao governador de São Paulo, João Dória, que anunciou estar negociando para comprar a vacina da China, e afirmou que tornaria obrigatória a vacinação de toda a população do estado.

“Tem um governador aí que está se intitulando o médico do Brasil, dizendo que ela (a vacina) será obrigatória. Repito que não será”, disse Bolsonaro.

E completou:

“A lei é bem clara: quem define isso é o Ministério da Saúde. O ministro da Saúde já disse claramente que não será obrigatória essa vacina.”

Confira: