https://picasion.com/

Por José Eduardo Dias Yunis


O traficante é um criminoso, e como tal pouco se importa com a “justiça”.
Quem debocha da justiça é o STF.
Debocha quando permite que o bandido saia pela porta da frente de uma penitenciária;
Debocha quando prioriza “direitos” de criminosos em detrimento da segurança da sociedade;
Debocha quando julga de acordo com o “momento”, quando altera, a seu bel prazer, “entendimentos” como o da prisão após o julgamento por colegiado.
Quem debocha da justiça é a Corte.
Debocha quando faz “live” com Felipe “netos”, com terroristas do MST.
Quem debocha da justiça são os mesmos que fingem que a aplicam.
Que interpretam leis inserindo nelas o que nelas não há.
Quem debocha da justiça é quem proíbe a policia de exercer suas funções nos morros; combater criminosos.
Quem debocha, na verdade, são exatamente aqueles que se permitem o papel ridículo de desprezar o STF, de consumir nosso dinheiro com lagostas e vinhos caros, n’um País onde ainda existe fome.
Fome de fome, fome de cidadania, fome de educação, de saúde e de justiça.
Quem debocha de nós são aqueles que são ricamente pagos para servir à sociedade, mas servem a si próprios e ao crime.
Não ministro Fux.
O traficante não debochou da justiça.
Debochou de nós, com o aval de vocês.

segueojogo