https://picasion.com/

Após a repercussão negativa, Ramiro excluiu sua conta na rede social e pediu desculpas, no entanto, os prints com o comentário do religioso ainda circulam na internet

O padre Ramiro Perotto chocou a internet após proferir ataques contra a menina de 10 anos estuprada pelo tio, no Espírito Santo. O religioso escreveu em sua conta do Facebook que a criança “gosta de dar” e não é “inocente”, por ter aturado os abusos durante quatro anos.

Após a repercussão negativa, Ramiro excluiu sua conta na rede social e pediu desculpas, no entanto, os prints com o comentário do religioso ainda circulam na internet. O comentário foi publicado durante uma conversa sobre o caso da criança que teve a gravidez, fruto do estupro cometido pelo tio, interrompida.

“Vá defender isso em outro lugar. Você acredita que a menina é inocente? Acredita em papai noel também? Seis anos, por 4 anos e não disse nada. Claro que tava gostando. Por favor kkkk, gosta de dar, então assuma as consequências”, escreveu ele. “Duvido uma menina ser abusada com 6 anos por quatro anos e não falar. Aposto minha cara. Ela compactuou com tudo e agora a menina é inocente kkkk. Gosta de dar, então assuma as consequências”, completou.

Ramiro afirmou ainda que a menina deve “assumir as consequências” por ter “gostado” das agressões.

O procedimento para interromper a gestação em casos de estupro é permitido por lei. Além disso, a gravidez oferecia risco à vida da menina, que tem apenas 10 anos.

Por meio de uma publicação, o padre tentou se defender das críticas que recebeu.

“As postagens foram excluídas por mim mesmo quando percebi inúmeros comentários que atacaram a minha defesa. Assumo a responsabilidade de ter proferido palavras desagradáveis, e justifico que compartilho da defesa da vida, nunca condenar e tirar julgamentos”, concluiu.

Por Jornal de Brasília