https://picasion.com/

Ministros do Supremo Tribunal Federal, que são contra a aquisição de arma de fogo pelo cidadão que possui todos os requisitos,  entendem que este não é o caminho para a defesa de suas famílias ou legitima defesa.Os mesmos autorizaram a abertura de pregão eletrônico, para  aquisição de 45 pistolas semiautomáticas, calibre 9mm, com  2 carregadores com capacidade mínima de 15 tiros cada uma.

Pistola 9mm

Os excelentíssimos ministros que são cidadão como todos nós contribuintes, avalizaram a aquisição dessas armas com valor estimado de R$ 3.810,00 (cada), totalizando R$ 171.000,00. Ao mesmo tempo que autorizaram a aquisição de armas calibre 9mm, sendo estas de uso exclusivo do exército, pois se tratam de equipamento de grande poder letal.

Por outro lado, o cidadão de bem pai de família, que adquire seu patrimônio muitas vezes de forma parcelada, passiveis de serem demitidos, pagando a cada mês com parcelas através do suor de seu trabalho, em caso de ser assaltado ou ter roubado seus bens, com certeza não terá a mesma sorte dos nobres membros do judiciário, que andam em veículos brindados, com seguranças fortemente armados, que também utilizam veículos oficiais seguindo as nobres autoridades.

Vale lembrar que “todos somos” iguais perante a lei, apesar desta afirmação estar somente escrita em algumas folhas de papeis, que ilustram as estantes dos meritíssimos juízes deste país, onde o cidadão vive no regime semiaberto (sai para trabalhar e retorna para casa) e os bandidos vivem livres, armados e, se o pobre trabalhador esboçar reação é o suficiente para levar um tiro de forma covarde.

 Fica a pergunta: A vida de suas excelências é mais valiosa que dos demais cidadãos brasileiros?