Guilherme Mazieiro e Hanrrikson de Andrade*

Do UOL, em Brasília

A Câmara enviou ontem (28) ao STF (Supremo Tribunal Federal) dois pedidos de anulação das buscas e apreensões realizadas pela PF (Polícia Federal) nos gabinetes do deputado Paulinho da Força (Solidariedade-SP) e Rejane Dias (PT-PI).

No entendimento da Câmara, as operações colocam “claramente em risco o pleno e regular exercício do mandato”. No documento foi solicitado que as investigações, que correm fora do STF, sejam enviadas à Corte.