https://picasion.com/

O jornalista Alexandre Garcia gravou um vídeo explicando com exatidão o que de fato é “fake news” e demonstrando as confusões provocadas com a utilização do termo como pretexto para atacar ou censurar cidadãos de bem.

O jornalista afirmou que as manifestações que ocorreram em São Paulo e no Rio de Janeiro, intituladas pela grande mídia como ‘anti-fascistas’, é um grande exemplo do que vem a ser a concretização de uma fake news.

“É exatamente as manifestações com todas as características de nazi-fascismo, todas, inclusive a ‘camicie nere’, do mussolini. […] A notícia disse que eram ações democráticas contra os anti-democráticos. O nome disso sabe como é? Fake news”, disse o jornalista.

Alexandre reiterou que é preciso saber distinguir o que é ou não fake news e não confundir com crimes.

“Por exemplo, se alguém diz que vai colocar ‘fogo no Supremo’, isso não é fake news, isso é ameaça, isso é crime de ameaça. Se alguém põe lá que a mulher de um determinado juiz está vendendo sentença ou algo assim e não provar, isso é crime de calúnia. Tá tudo previsto no código penal”, explicou Alexandre Garcia.

Segundo o jornalista, estão tentando impor esse ‘carimbo’ de fake news para eliminar as concorrências nas redes sociais.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, deveria ver este vídeo.

Confira

Alexandre Garcia Oficial fala sobre as manifestações de ontem! O que é e o que não é "Fake News".https://youtu.be/w3Dk6WNgOzs

Publicado por Carla Zambelli em Segunda-feira, 1 de junho de 2020