https://picasion.com/

Na reunião ministerial do último dia 22 abril, citada em depoimento de Sergio Moro, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu a prisão de prefeitos e governadores.

Conforme apuração do UOL, a assessoria de imprensa da ministra confirmou as falas e pontuou que elas foram feitas dentro de um contexto de defesa dos direitos humanos e da administração pública. E que ela já defendeu esse posicionamento em outras falas, antes da reunião.

Ainda de acordo com a pasta, Damares defende a prisão para os governantes que desrespeitarem os direitos humanos, não adotarem o isolamento nas ruas, comerciantes algemados e agressão a idosos e prefeitos e governadores que desviarem verbas e cestas básicas.

A transmissão do vídeo foi feita nesta terça-feira (12) no Instituto Nacional de Criminalística (INC), na sede da PF em Brasília. Além da presença de Sergio Moro, membros da Advocacia-Geral da União (AGU) e procuradores da equipe da Procuradoria-Geral da República também participaram sob um forte esquema de segurança para a exibição do vídeo

Além de Damares, o ministro da Educação Abraham Weintraub chegou a xingar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), conforme o UOL.