A jurista e deputada estadual mais votadade São Paulo, Janaina Paschoal (PSL), comentou o depoimento do ex-diretor da PF, Maurício Valeixo.

Conforme noticiamos, Maurício Valeixo afirmou que nunca houve interferência do presidente Jair Bolsonaro em investigações em curso na Insitutição.

Janaina Paschoal disse que leu o depoimento de Valeixo na íntegra, e que ‘precisamos ser justos’ diante da situação,

Segundo ela, “diferentemente do que vem sendo publicado, o Depoimento é completamente favorável ao Presidente da República. Dr Valeixo já havia pedido para sair e, na véspera da demissão, foi consultado… Aliás, Dr Valeixo foi consultado, à tarde, pelo Ministro (que não mencionou o ‘a pedido’, mas queria indicar o substituto) e foi consultado, à noite, pelo próprio Presidente, o que denota respeito”.

E ainda adicionou que “O depoimento do Dr Valeixo afasta a falsidade ideológica, que havia sido ventilada, pela publicação no Diário Oficial. Mas o depoimento foi além, pois o Delegado foi categórico ao assegurar que jamais houve interferência do Presidente em investigações.”

Na percepção de Janaina, “qualquer pessoa minimamente conhecedora do Direito Penal dirá que não houve crime.”

Por fim, a jusrista entende que é ‘injustificável’ manter a instauração do inquérito, pois, segundo ela, “ao que tudo indica, não há [crime]. E inquérito serve para apurar crime”, finalizou a parlamentar.