O mesmo PT que hoje critica a nomeação de Romagem para a direção da Policia Federal, pelo Presidente Jair Bolsonaro, quando Lula foi eleito em 2003, e subiu a rampa do Palacio do Planalto o então presidente tinha uma preocupação na cabeça e um segurança de campanha a quem recorrer segundo a revista Veja.

Francisco Baltazar da Silva de 52 anos era um policial mediano na PF, tendo em sua carreira o fato mais marcante ter sido segurança de Lula, na campanha de 1989 e em todas as demais seguintes.

O que mais chama a atenção que Baltazar quando ocupava a cadeira de superintendente da PF em São Paulo, teve sua gestão marcada por uma serie de escandalos e suspeitas de aparelhamento tendo inclusive alguns auxiliares presos.

Clique no video e confira materia completa.