Raimundo Ribeiro fez uma breve de “deliciosa” avaliação do momento

O

advogado e homem público, ele que é, também, advogado da União aposentado “brindou” alguns amigos com uma textinho cheio de bom humor e sapiência de alguém tem “janela”, vida social, intelectual e afetiva, para refletir sobre esse momento político de sai não sai de ministro da Esplanda dos Ministérios. Vale à pena. O blog teve acesso e repassa:

O Bestial ou Besta

O multicampeão Otto Glória afirmava que: “técnico,  quando ganha é Bestial (de inteligente) e quando perde é uma Besta.”

Todos sabem que o Brasil é um país totalmente diferente (para o bem ou para o mal) dos outros países,  mas agora chegamos ao máximo dessa digamos, diferença.

Temos um presidente da república que faz questão de afirmar que COMANDA o país mas apesar de ter o poder,  não exonera um ministro, portanto seu auxiliar e subordinado, que ele próprio nomeou, preferindo criticá-lo publicamente. Por outro lado, temos um ministro humilhado publicamente por seu chefe que não adota a única atitude digna cabível nesta situação. E essa “crise” ocupa as páginas dos “brilhantes” jornais do país há mais de uma semana. Enquanto isso, o povo segue sendo infectado por um vírus cujo antídoto, especula-se, atende, sintomaticamente?, pelo nome de annita. É ou não é  um país diferente? Num surto de lucidez (ou insanidade), imaginemos juntar neste momento,  Stanislaw Ponte Preta e seu FEBEAPÁ, Nelson Rodrigues e “os idiotas perderam a modéstia” e Otto Glória com seu “Bestial ou Besta”. Talvez seja hora de chamar Bete Cuscuz para botar ordem nisso.

Raimundo Ribeiro

Advogado

( Politica Real, texto de Raimundo Ribeiro)