Julio Cesar Ribeiro quer redução do valor do gás de cozinha durante período de calamidade pública

Julio Cesar Ribeiro quer redução do valor do gás de cozinha durante período de calamidade pública


Os brasilienses começaram a sentir os efeitos da crise provocada pela chegada do coronavírus no Brasil. Há pelo menos 20 dias os consumidores vêm sofrendo com a falta de gás de cozinha nas distribuidoras.

Alguns revendedores justificam que a escassez do produto se deu por conta do aumento da demanda, já que a população está ficando mais em casa e muitos passaram a comprar botijão reserva.

Com o intuito de minimizar a instabilidade econômica, o deputado federal Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), protocolou Projeto de Lei que garante a redução do valor do gás, bem como o limite do quantitativo de compra por consumidor, durante o período de calamidade pública. O objetivo é único, garantir que o produto chegue até a casa dos moradores de todo país.

O projeto prevê a fixação do preço do gás em 4% sobre o salário mínimo vigente e a aquisição de até duas unidades por pessoa. “Com a alta procura do gás de cozinha os valores tendem a sofrer aumento, o que neste momento é completamente inviável, já que muitas pessoas foram demitidas ou tiveram seus salários reduzidos e outros vivem até mesmo à margem da pobreza, logo acabam não podendo arcar com esse alto custo”, declara o republicano.
Foto: Douglas Gomes

Renata Schuster

Renata Schuster