Os Restaurantes Comunitários do Distrito Federal servirão refeições gratuitas para os beneficiários do Coronavoucher, auxílio emergencial do Governo Federal. O projeto 1098/20, de autoria do deputado distrital delegado Fernando Fernandes (Pros), foi aprovado em 2º turno durante sessão plenária on-line nesta terça (14/4). O PL será encaminhado para o Buriti onde deverá ser sancionado nos próximos dias.

“Estamos vivendo um momento complexo em nossa sociedade. Muitos não conseguem se alimentar, pois a alimentação é ligada diretamente ao trabalho. O isolamento sem ajuda do estado é uma sentença de morte aos mais pobres. Se não trabalharem, não conseguirão comprar comida. Por isso, pensei nesse projeto de lei. É dever do Estado prover a manutenção da vida! O direito a alimentação é reconhecido na Constituição Federal. Não podemos deixar os vulneráveis ainda mais vulneráveis. São essas pessoas as que mais sofrem nesse momento de crise”, destaca delegado Fernando Fernandes.

O Projeto de Lei 1098/20, da CLDF, complementa o projeto 1066/20, do Governo Federal, desta forma, todos os beneficiários do auxílio emergencial terão, além dos R$ 600 reais, o direito à alimentação saudável em qualquer Restaurante Comunitário da Capital da República.

Acompanhe o trabalho do deputado distrital delegado Fernando Fernandes pelas redes sociais @delegadoFernandoFernandes