Nota de Repúdio e indignação com o Poder Judiciário

Nota de Repúdio e indignação com o Poder Judiciário

Por: Jabá Lusimar Arruda PMDF

Suplente de Deputado Distrital .
Docente do Ensino Superior, Especialista em Dependência Química, Pedagogo, Tecnólogo em Educação, multiplicador da Filosofia de Polícia Comunitária.

É com muita indignação com a nossa ” Justiça” que faço está nota de Repúdio…

O Poder Judiciário nunca foi um aliado das Forças Policiais de nosso País e por isso estamos onde estamos.

A ocorrência na qual um policial militar tem a orelha rasgada por causa da  mordida de um traficante que usa da sua condição de cadeirante para praticar o crime se deu na soltura do mesmo na ” famosa” audiência de custódia que é uma afronta aos profissionais  de Segurança Pública e a População brasileira.

Aos Policiais Militares falta respeito, falta Representação política de qualidade em defesa dos mesmos, falta maior proteção , faltam equipamentos de proteção individual e principalmente cuidado.

Eu repudio a justiça !!!

Eu repudio a má Representação política !!!

Eu repudio a falta de sensibilidade das autoridades constituídas…

A dívida com o Praça Policial militar é a mesma que o País tem com os afrodescendentes.

Muitos Policiais Militares reclamam que nas audiências de Custódia chegam a ser ameaçados por juízes e promotores na frente dos presos, isso é uma afronta a ordem pública do Pais.

A nossa Sociedade precisa defender quem a defende 24 horas por dia. O Policial militar é a última fronteira entre o bem e o mal.

O sentimento das Praças Policiais Militares de nosso País é que somos os escravos da era Pós moderna.

E isso nós temos que fazer uma observação, a Carta Magna não absorveu os Policiais Militares e seus Direitos  são suprimidos e seguimos como se tudo estivesse normal. 

O Brasil precisa mudar de fato em relação aos profissionais de Segurança Pública. A violência só acabou em Nova York nós anos 90 quando deu-se conta do fundo do poço que estavam e criaram o “Tolerância Zero” com reestruturação do sistema de Segurança Pública e valorização destes profissionais. Hoje admiramos a Segurança nós Estados Unidos, mas até onde estamos dispostos a mudar realmente essa realidade?

É hora de reflexão, esse momento delicado traz maior sensibilidade e novas descobertas, talvez o Brasil perceba que precisa acertar e as audiências de Custódia é o maior erro dos últimos 10 anos na Segurança Pública do nosso País.

Renata Schuster

Renata Schuster

2 comentários sobre “Nota de Repúdio e indignação com o Poder Judiciário

  1. Eu apoio integralmente essa nota de repúdio. Existe absoluta falta de respeito aos profissionais da Segurança Pública é de muitos outros entes e órgãos que precisam ser respeitados…

  2. De fato, esta “leniência de custódia”, é uma aberração jurídica. Grosseiramente falando, 90% dos pebas soltos, deveriam responder presos.
    Esta magistrada praticamente julgou a situação baseada na emoção de um criminoso ser cadeirante pois assim sendo, tal magistrada, deveria sim analisar o crime como um todo e, a pessoa de um cadeirante ser suspeito de alguns crimes como desacato, ameaça, etc…para com um representante do Estado. Ficam duas perguntas: ela é ruim (incompetente) ou ela errou em tal audiência?
    Será que ela perguntará como está o policial militar?
    Enfim…fato é que a “justiça” está distante de uma verdadeira JUSTIÇA.

Comentários estão encerrado.