Por LUIZ SOLANO

Esta colocação que faço aqui, deve ser avaliada pelos pesquisadores de todo o Brasil, principalmente pelo Ministério da Saúde e pela OMS.

Tenho visto nas redes de televisão, que mostram locais com pombos voando em volta dos repórteres e dos entrevistados nas matérias que são publicadas.

Quando estive na Itália, precisamente em Roma, Milão e Veneza, percebi a grande quantidade de pombos, comendo sobras de alimentos consumidos pelos turistas.

E não eram poucos. Eram centenas e que somados devem chegar a  milhões de aves, que certamente estão transmitindo esse coronavírus, já que a Italia e na Espanha, tem o maior número de pessoas doentes e mortas.

Por acaso ,alguém se lembra da Gripe Asiática, que matou mais de 50 milhões de pessoas e foi provocada pelos Patos Selvagens ?.

É bom começar a pensar no assunto, pois os pombos não são tão inofensivos como se pensa. Outro dia, passando pelo Setor Comercial Sul, aqui em Brasília, percebi um morador de rua muito preocupado com alguns pombos que estavam em sua volta. Dei o meu bom dia, entreguei a ele um padaço de pão e o mesmo sem vacilar, disse em voz alta: “esses pombos são uma praga e costumam carregar doenças, como fazem os ratos nos esgotos da Capital Federal.

Ai vai portanto, a minha sugestão para que seja feita uma pesquisa com os pombos e quem sabe, encontrar esse vírus que está matando no Brasil e no mundo todo.