Delmasso destinará mais de R$ 2 milhões para combate ao coronavírus no DF

Delmasso destinará mais de R$ 2 milhões para combate ao coronavírus no DF

A emenda será utilizada na compra de ventiladores pulmonares para os hospitais públicos

Nesta segunda-feira (16), o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), anunciou que destinará emenda parlamentar no valor de R$ 2 milhões e 350 mil na compra de ventiladores pulmonares para os hospitais públicos. A ação auxiliará no combate ao coronavírus, que subiu para 14 casos no Distrito Federal, segundo a Secretaria de Saúde.

“Eu não quero que aconteça no Distrito Federal o que aconteceu na Itália, onde a maioria das pessoas com coronavírus faleceu porque a estrutura dos hospitais não estava preparada com ventiladores pulmonares. A pessoa com coronavírus, a partir do momento em que ela tem um sintoma de falta de ar, ela deve ser colocada em um leito com ventilador pulmonar, para que se consiga mantê-la viva, respirando para administrar os medicamentos necessários para a recuperação”, disse Delmasso, em discurso.

O distrital tem tomado diversas medidas para a prevenção da doença.  Delmasso transformou o gabinete da vice-presidência em uma central de monitoramento dos casos de coronavírus. O local tem um painel de acompanhamento com o sistema do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do DF.

“Recebemos online todos os casos de coronavírus. Todos os dias, o gabinete vai mandar a atualização desse relatório para os deputados, para que possamos estar atentos aos números oficiais da pandemia”, explicou Delmasso.

O parlamentar solicitou à coordenação da comunicação da Câmara Legislativa a realização de campanhas publicitárias para a população sobre a prevenção ao coronavírus. A divulgação trará informações sobre como as pessoas que têm os sintomas da doença devem agir.

*Fechamento de aeroporto para voos internacionais*

Delmasso também enviou nesse domingo (15) um ofício à Inframérica pedindo o fechamento do Aeroporto de Brasília para voos internacionais. No texto, o distrital solicita que pousos e decolagens sejam proibidos por causa do avanço do novo coronavírus, levando em conta que “todos os casos diagnosticados no Distrito Federal são de pessoas que estiverem recentemente no exterior”.

Renata Schuster

Renata Schuster