Sargento da Polícia Militar realiza parto de emergência e salva mãe e filha em Planaltina

Sargento da Polícia Militar realiza parto de emergência e salva mãe e filha em Planaltina

Escrito por Luciane de Faria Neiva Martins

Os policiais do 14º Batalhão de Polícia Militar realizaram um parto de emergência na noite de sexta (28) em Planaltina.

A equipe estava em patrulhamento na Vila Buritis I, próximo à quadra 06, conj B, quando algumas pessoas solicitaram ajuda para uma mulher que estava com fortes dores abdominais. Os policiais atenderam Rosângela Borges em trabalho de parto e, os moradores que estavam próximos se mobilizaram para ajudar.

A Sra. Graziela, que estava no local, percebeu que a bolsa da gestante havia estourado e foi logo pedindo o socorro dos policiais, enquanto apoiava a parturiente. “O policial chegou e já foi colocando as luvas e pegando o bebê, enquanto eu falava para a mãe fazer força”, relatou Graziela.

Um outro morador, Fábio Oliveira, cedeu sua própria camisa para o policial envolver a criança, visto que o fato ocorreu fora do ambiente e momento previstos.

Foi um parto prematuro e pélvico, tipo de parto raro em que o bebê apresenta as pernas primeiro e por fim, a cabeça. Por isso, é um parto mais complicado que o normal, ainda mais quando é realizado na rua, sem os materiais necessários.

Os policiais militares são preparados por meio de instruções de atendimento pré-hospitar nos cursos de formação e de capacitação que a corporação os oferece.

“Somos preparados para esse atendimento, mas não faz parte da nossa rotina. Fiquei nervoso, por ser o primeiro parto dessa natureza, mas feliz com o resultado. Foi gratificante ter a ajuda da comunidade e ver a criança e a mãe bem”, contou o sargento Maciel.

A Dra. Karen Cardoso, plantonista do Hospital Regional de Planaltina, fez o atendimento à mãe e à filha e elogiou a ação e rapidez dos policiais militares no socorro à criança prematura para que recebesse atendimento médico. “Eu só queria dar os parabéns aos policiais, porque os heróis da noite foram eles. Afinal de contas, não é todo mundo que faz o que eles fizeram hoje”.

Em homenagem ao Sargento Maciel, a mãe deu o nome da bebê recém-nascida Ana Maciela.

Participaram da ocorrência os sargentos Augusto Batista, Maciel Monteiro e Moura Teles.

Renata Schuster

Renata Schuster