Mais de 400 motoristas foram autuados por embriaguez

Mais de 400 motoristas foram autuados por embriaguez

CPTran fez blitze em pontos estratégicos para flagrar foliões que consumiram bebidas alcoólicas e, depois, foram dirigir

AGÊNCIA BRASÍLIA *

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) autuou 411 foliões por alcoolemia neste Carnaval. Seis deles foram considerados crimes de trânsito, que acontece quando a quantidade de álcool por miligrama ultrapassa 0,34ml por litro de sangue, de acordo com a Lei 9.503/1997 (Lei Seca).

Cerca de cem militares em equipes fizeram quatro pontos de bloqueios por dia: as blitze ocorreram entre sexta-feira (21) até 0h da segunda-feira (24). O público-alvo eram as pessoas que estavam no Carnaval.

Os pontos de bloqueio eram montados em locais de dispersão dos blocos. “Os locais foram definidos para evitar que a pessoa que ingeriu bebida alcoólica dirigisse, colocando a sua vida e de outras pessoas em risco”, afirmou o comandante do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), coronel Eduardo Condi.

Aproximadamente 150 condutores foram flagrados, por dia, com teor alcoólico maior do que é permitido em lei. Condi frisou que o ato de ingerir bebida alcoólica não é crime, no entanto é necessário tomar precauções. “O amigo da vez, o transporte público ou por aplicativo são alternativas disponíveis”.

O CPTRAN e o Departamento de Trânsito (Detran-DF)  definiram, juntamente com a Secretaria de Mobilidade (Semob), pontos para embarque e desembarque para táxis e transporte por aplicativos. A medida facilitou o acesso dos foliões.

Com informações da SSP/DF

Renata Schuster

Renata Schuster